Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Já está aberta ao público, na Universidade de São Paulo, uma biblioteca com cerca de 60 mil volumes, reunidos por José Mindlin. A coleção do bibliófilo foi doada à USP quatro anos antes dele morrer em fevereiro de 2010. O acervo inclui obras raras e vai ficar em um prédio cujo projeto arquitetônico foi desenvolvido especialmente para abrigar a Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin. Um dos responsáveis pelo projeto foi o neto deles, Rodrigo Mindlin Loeb.

Guita Kauffman e José Mindlin foram casados por setenta anos e tinham estantes de dar inveja. Os livros, volumes e documentos históricos doados para a universidade, avaliados em 100 milhões de reais, são apenas uma parte do acervo – o resto, que não faz parte da coleção Brasiliana, ficou com os quatro filhos do casal.

img-20130321-wa0012

foto: Rogério Fratin.

Nas próximas duas semanas, os visitantes encontram no espaço a exposição Não Faço Nada sem Alegria, que conta em fotos e vídeos a vida de Guita e José e a formação desse acervo. Uma outra mostra, que fica até o dia 28 de junho, expõe cem títulos de coleções especiais, raridades como a primeira edição de Vidas Secas, com correções de Graciliano Ramos feitas à mão.

A biblioteca é aberta ao público, mas nem todos os livros podem ser acessados livremente – alguns podem ser consultados apenas por pesquisadores. O projeto é digitalizar o acervo. Mais de 3 mil títulos já passaram pelo processo e estão disponíveis na Internet.

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin
R. da Biblioteca, s/n – Cidade Universitária
(11) 3091-1154
Exposições: de segunda a sexta, das 9h30 às 18h30.
Pesquisa: de segunda a sexta, das 13h às 17h.

Anúncios

Festa do Livro da USP

Festa do Livro da USPComeça amanhã a 14ª edição da tradicional feira de livros da Universidade de São Paulo. Como na última vez, a Festa do Livro será realizada na Escola Politécnica, em três prédios – do Biênio, da Civil e da Mecânica . A antiga sede do evento, a Faculdade de História, era menor e já não comportava o público.

A entrada é gratuita e os leitores encontram descontos mínimos de 50% nos títulos. São 135 editoras participantes, incluindo companhias voltadas para a bibliografia acadêmica e outras com focos variados. Cosac & Naify, Companhia das Letras e Editora 34 confirmaram presença.

No ano passado, foram vendidos 200 mil exemplares nos três dias de feira. Nesse ano, os organizadores querem superar essa marca.

No site do evento, estão disponíveis a lista de editoras participantes, um mapa com a localização do estande de cada uma delas e o catálogo com alguns dos títulos que serão vendidos.

Dica: o evento costuma ficar lotado. Vale a pena chegar para conseguir olhar de perto e escolher com calma.

Serviço
14ª Festa do Livro da USP. De 12 a 14 de dezembro, das 9h às 21h.
Escola Politécnica da USP – av. Prof. Luciano Gualberto, travessa 3 ou av. Prof. Mello de Moraes, próximo à Mecânica.