Aniversários

O Jogo da Amarelinha - Julio CortázarEste ano O Jogo da Amarelinha, obra do argentino (na verdade, nascido em Bruxelas) Julio Cortázar faz 50 anos. A melhor parte dessa comemoração: a editora Civilização Brasileira reeditou o livro, que há alguns anos estava esgotado no Brasil (pra não dizer que não foi mais vendido, recentemente, o livro podia ser encontrado em um box que homenageava Cortázar). A edição especial tem capa dura e um prefácio de Ari Roitman que lembra a ruptura representada pelo lançamento de Rayuela, no nome original, em 1963. Taí um bom pretexto pra lê-lo e relê-lo.
****

Aproveito outra efeméride para falar de mais um livro que vale a pena deixar despontando da estante: Na Colônia Penal, de Franz Kafka. Destaco a obra porque, além do texto original, a Cia. das Letras apresenta uma versão adaptada para os quadrinhos. O resultado é interessante. O escritor tcheco, um dos principais nomes da literatura do século XX, faria 130 anos em 2013.
****

O último aniversário dessa nota é comemorado apenas em abril, mas já adiantamos o aviso para que o leitor de agenda cheia possa reservar espaços no calendário para assistir a tantos espetáculos e separar espaço na estante para tantas publicações. Os 450 anos de William Shakespeare ocuparão parte significativa da agenda cultural de 2014. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, a enxurrada de homenagens já começou. O New York Times já avisou pra ninguém se intimidar

Anúncios