Podcast – Mamãe & Eu & Mamãe, de Maya Angelou

Destacado

Mamãe & Eu & Mamãe é o livro tema deste sétimo e penúltimo episódio da primeira temporada do podcast do Põe na Estante. A obra é uma das autobiografias de Maya Angelou. A escritora, cineasta e ativista americana nos leva à sua infância e à sua adolescência, para que conheçamos desde o princípio a relação que ela criou com duas mães – a biológica e a avó paterna, que a criou na primeira infância, depois que os pais dela se separaram. Nem o pai, nem a mãe se sentia capazes de criar dois filhos – Maya e o irmão que ela tanto admira, Bailey – e os enviaram para Stamps, Arkansas, onde vivia a avó. Quando Maya tem 13 anos, ela e o irmão precisam voltar a viver com a mãe, em St. Louis, no Missouri. Em meio ao retorno a uma cidade grande, em um contexto de segregação racial, a garota tenta superar o abandono para reconstruir o vínculo com a mãe – mulher que ela descreve como símbolo de elegância, beleza, força, assertividade e determinação. Mamãe & Eu & Mamãe foi escrito quando Maya Angelou já tinha oitenta anos e sobre ele a apresentadora Gabriela Mayer conversa com a produtora cultural Ana Carolina Campos e com a escritora Aline Bei.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

 

Anúncios

Podcast – O Vendedor de Passados, José Eduardo Agualusa

Destacado

O sexto episódio do podcast Põe na Estante vai à Angola por meio das páginas de O Vendedor de Passados, de José Eduardo Agualusa. Félix Ventura é um vendedor de passados. Ele confecciona árvores genealógicas para uma nova elite angolana que vai se formando depois da guerra civil no país, encerrada definitivamente em 2002. Aqueles que olham para trás e não enxergam tanta glória, ou aqueles que olham e se lembram que deixaram um rastro de sangue ou sujeira procuram o negro albino Félix para reconstruir sua trajetória. Com um passado de luxo em mãos, documentado, eles seguem o rumo. Quem nos conta esta história é um narrador que, por fisiologia, consegue se espremer em qualquer canto e que, por isso, sabe detalhes que ninguém mais saberia. O Vendedor de Passados é um romance de 2004 e é sobre ele que a apresentadora Gabriela Mayer conversa com os jornalistas Laís Duarte e Vitor Tavares.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

Podcast – A Queda, de Albert Camus

Destacado

Chegamos ao quinto episódio do podcast Põe na Estante com um romance filosófico de Albert Camus. Jean-Baptiste Clamence, como o narrador diz se chamar, é um autointitulado juiz-penitente. Um advogado de defesa parisiense que, a partir de um papo de bar, faz sua confissão sobre a vida, sua revisão de consciência em Amsterdã, cenário deste livro. Meio romance, meio filosofia, A Queda é um monólogo, já que o interlocutor, invisível, nunca aparece, apesar de sempre estar lá. Na verdade, é para mim, é para você, é para nós, leitores, que este narrador fala, jogando uma longa lista de questões sobre a existência, sobre a humanidade, sobre culpa, sobre moral. Escrito em 1956, A Queda foi a última obra publicada por Camus, que morreu em 1960, e é sobre ela que a apresentadora Gabriela Mayer conversa com os jornalistas Natália André e Felipe Bueno.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

Podcast – O Irmão Alemão, de Chico Buarque

Destacado

O quarto episódio do Põe na Estante fala sobre o quinto romance de Chico Buarque, O Irmão Alemão. Francisco está à procura de um irmão que ele descobriu por acaso. Sérgio, que leva o mesmo nome do pai, foi fruto de um romance vivido em Berlim, antes do casamento do intelectual patriarca da família Hollander. A mãe, uma italiana de personalidade forte e que remete a um extremo cuidado familiar, não fala do assunto. Aliás, ninguém fala. A busca pelo irmão alemão, uma história com base na realidade e que ganhou enredo ficcional neste livro, é rodeada de silêncios. O narrador parte de cartas e correspondências oficiais para especular sobre o que teria sido deste irmão, que rumo ele teria seguido. Ele imagina coisas terríveis, pensando em como teria sido a infância de Sergio na Alemanha nazista. Enquanto isso, no Brasil, a ditadura militar toma forma, endurece e o irmão que ele conhece e admira, carinhosamente chamado de Mimmo, desaparece. À sombra dos irmãos, Francisco nos guia por suas histórias, seus afetos e seus livros. O Irmão Alemão foi lançado em 2014 pela Companhia das Letras e é o livro deste episódio do Põe na Estante, em que conversei com a jornalista Aiana Freitas e com o jornalista e escritor Tomás Chiaverini.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

 

Podcast – A Criança no Tempo, de Ian McEwan

Destacado

Chegamos ao terceiro episódio do Põe na Estante com o terceiro romance do premiado escritor britânico Ian McEwan. A Criança no Tempo tem o escritor de livros infantis Stephen Lewis como protagonista. Ele nunca pensou que uma ida ao supermercado pudesse transformar a vida, mas é o que acontece quando a filha dele, Kate, uma menina de três anos de idade, desaparece completamente. As portas do estabelecimento são fechadas às pressas, uma busca intensa é feita no entorno, mas a garota some completamente. Quando ele dá a notícia à esposa, Julie, o leitor começa a mergulhar na dor e no desamparo daquela família agora com um espaço vazio. Stephen e Julie vão se isolando, ele na tentativa de encontrar a filha a qualquer custo, fazendo as próprias buscas, batendo de porta em porta; ela em uma depressão que a deixa apática, sentada na poltrona da casa, até conseguir reagir. O casamento desenvolve fissuras profundas, os silêncios vão tomando conta e a perda nunca é mencionada para evitar que ela fique concreta demais. A Criança no Tempo foi publicado em 1987 e relançado em 2018 pela Companhia das Letras, por ocasião dos 70 anos do autor. É ele o tema deste episódio, em que eu recebo os jornalistas Thaís Manarini e Renan Sukevicius.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

Podcast – A Uruguaia, de Pedro Mairal

Destacado

O segundo episódio do podcast Põe na Estante tem A Uruguaia, livro do argentino Pedro Mairal, como tema. Segundo romance do escritor, esta foi a obra que o fez mais conhecido. Mairal é hoje considerado pela crítica um dos principais nomes do novo boom literário da América Latina.  No livro, o escritor Lucas Pereyra é quem nos conta a história das fantasias que ele alimenta a respeito de uma jovem mulher que conheceu quando atravessou o Rio da Prata para um festival literário. O protagonista precisa cruzar mais uma vez de Buenos Aires para Montevidéu para receber 15 mil dólares de adiantamento pelo trabalho e, em meio a um casamento desgastado e monótono e a um bloqueio criativo, almeja encontrar a moça novamente. O romance dura o tempo da viagem, entre a ida e a volta, mas tem direito a idas e vindas no tempo para que o narrador possa compartilhar com o leitor memórias e contexto. Para conversar sobre A Uruguaia, eu recebo os jornalistas Juliana Kunc Dantas e Pablo Ribeiro. Nesta primeira temporada, o tema é boas-vindas e é sempre um dos convidados quem escolhe o livro da vez.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell

Podcast – A Vegetariana, de Han Kang

Destacado

Põe na Estante agora tem podcast. A cada quinze dias, convido duas pessoas a lerem o mesmo livro que eu e sentamos para trocar impressões, ideias e questões sobre a obra. Nesta primeira temporada, que terá oito episódios, o tema é “boas-vindas”: como boa anfitriã, sugiro que um dos convidados escolha o livro sobre o qual falaremos, sem restrições. Neste episódio de estreia, os jornalistas Tatiana Vasconcellos e Theo Ruprecht participam de um papo sobre A Vegetariana, da sul-coreana Han Kang. O podcast está disponível em YouTube, Spotify, Google Podcasts, Anchor, RadioPublic e Breaker.

IG: @poenaestante
E-mail: poenaestante@gmail.com

Arte: Renan Sukevicius
Trilha: Getz me to Brazil, Doug Maxwell