O Metro Nenhum

O Metro Nenhum - Francisco AlvimÉ difícil falar de poesia. Dificuldade pessoal, preciso ler mais. Por isso vou deixar o comentário sobre O Metro Nenhum, do brasileiro Francisco Alvim, assim, como o livro, em poucas palavras. É um livro sensível. É um livro de mensagens curtas. É um livro de ritmo longo. Não é prosa poética, é desesperança, amor, envelhecimento, finitude e cotidiano, trivialidades, em forma de lirismo. Pequenos poemas. Separei meus favoritos, que são também os menores.

A mão treme

O olhar idem
Ninguém dançava
Aí eu fiquei preocupado

 

A minha pessoa

Só tem
Serve?

 

Encontro

Faz muito tempo que eu não ria
assim
de verdade

 

Acontecimento

Quando estou distraído no semáforo
e me pedem esmola
me acontece agradecer

2 respostas em “O Metro Nenhum

  1. Parabéns Gabriela,muito bom o seu blog .Para seus leitores posso indicar por exemplo ,também contos que particularmente gosto muito,e agora estou lendo Contos Reunidos de Nabokov(aquele mesmo de Lolita).Provavelmente é um dos melhores na arte da escrita .sucesso para você na cultura em nova empreitada

Deixe uma resposta para gabrielacmayer Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s