A cara da literatura brasileira

Por sugestão da amiga Maria Antônia Demasi, dei uma olhada nos textos dessa semana do Ponto Eletrônico, dedicados à literatura. A partir de dados coletados pela professora e pesquisadora Regina Dalcastagné, da Universidadede Brasília (UnB), os autores do blog fizeram um infográfico bem legal que descreve a cara e o corpo da literatura brasileira.

Infográfico Ponto EletrônicoOs dados apontam informações sobre o perfil dos autores nacionais, os cenários das narrativas e as características dos personagens. As pesquisas indicaram, por exemplo, que 72,7% dos escritores brasileiros são homens; ou que 82,6% das histórias acontecem em metrópoles; ou ainda que 25,1% das personagens mulheres são donas-de-casa, apenas 7,9% dos personagens são negros e os personagens bissexuais (2,4%) são, em sua maioria, mulheres.

Para chegar a esses números, a professora estudou 258 livros nacionais, com o objetivo de identificar os padrões sociais brasileiros que a literatura reproduz ou que ela ajuda a validar. Essa questão, afinal, persiste nos livros de toda nacionalidade: até que ponto a literatura copia modelos reais e a partir de que ponto novos paradigmas propostos nas páginas são capazes de alterar padrões sociais existentes?

Anúncios

Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s